Como fechar a varanda de apartamento com vidro.

Protegida com vidro, a varanda ganha aconchego e se transforma num dos espaços mais concorridos do apartamento.

Do ponto de vista arquitetônico, a varanda cumpre uma função que vai além de ser espaço de relaxamento, pois cria sombreamento sem bloquear a entrada de ar e claridade. “Com medidas generosas, esse lugar se coloca como extensão natural do living. Por isso, é normal isolá-lo”, avalia Mayra.


Quanto à parte legal, lembre-se de que essa decisão envolve o condomínio. Defnir o sistema de fechamento e o tipo de vidro a ser usado requer, em primeiro lugar, uma verifcação das normas do edifício. Detalhes como as cores do vidro e dos perfs são determinados em convenções internas”. Obedecer a esse padrão mantém a unidade visual do prédio – o que valoriza o imóvel em caso de venda – e evita que sua obra seja questionada pelos vizinhos.


A força do vento nos andares mais altos serve de parâmetro para todos os outros. “Vidros com espessura de 8 ou 10 mm garantem a resistência necessária para isolar a sacada. Se for laminado, uma película interna impede a queda de estilhaços em caso de quebra, melhor ainda.


As folhas de vidro podem ir do piso ao teto ou começar a partir do guarda-corpo. Cabe ao instalador avaliar a melhor opção, de acordo com a resistência da mureta original. Nos dois casos, evite tirar as portas entre a varanda e os ambientes internos. Elas estão ali para proteger o restante do imóvel de vento e chuva.


Um dos sistemas mais procurados é o "Sistema Europeu" (Retrátil


). Permite a abertura total do vão e se adapta a todos os formatos de varanda. As folhas de vidro ficam alinhadas num único trilho por um pivô central. Com um giro de 90 graus, elas se recolhem por completo num dos cantos.


Na hora de contratar o serviço de uma empresa, verifique se ela oferece atendimento pós-venda e garantia.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square